Esta pergunta é extremamente pertinente no período em que vivemos pois percebemos que muitas pessoas confundem e acham que o Evangelho é mais uma religião das inúmeras que existem no mundo, quando na verdade o Evangelho é bem diferente.

Religião é um conjunto de crenças e filosofias que são seguidas, formando diferentes pensamentos. Cada religião tem suas diferenças quanto a alguns aspectos, porém a grande maioria se assemelha em acreditar em algo ou alguém do plano superior e na vida após a morte. Entre a grande quantidade de religiões existentes hoje no mundo, existem aquelas que se sobressaem e conseguem conquistar um grande número de fiéis. Podemos enumerar: Judaísmo, Cristianismo, Islamismo, Hinduísmo e Budismo.

Religião é um sistema qualquer de ideias, de fé e de culto. Religião é um corpo autorizado de comungantes que se reúnem periodicamente para prestar culto a um deus, aceitando um conjunto de doutrinas que oferece algum meio de relacionar o indivíduo àquilo que é considerado ser a natureza última da realidade.

O Evangelho, por sua vez, é Cristo crucificado, sua obra consumada na cruz. E pregar o Evangelho é apresentar Cristo publicamente como crucificado. O Evangelho não é apenas as Boas Novas de um neném na manjedoura, de um jovem numa banca de carpinteiro, de um pregador nos campos da Galiléia, ou mesmo de uma sepultura vazia. Não! Pelo contrário. O Evangelho trata de Cristo na cruz. O Evangelho só é pregado quando Cristo é “publicamente exposto na sua cruz”. 

Quando pregamos o Evangelho, temos de nos referir a um acontecimento (a morte de Cristo na cruz), expor uma doutrina (o perfeito, único e necessário sacrifício de Cristo na cruz do pecado para salvar o pecador), e fazê-lo publicamente, ousadamente, vivamente, para que as pessoas vejam como se o testemunhassem com os seus próprios olhos. A principal diferença entre a Religião e o Evangelho é que enquanto as religiões feitas pelos homens enfocam o esforço humano; o cristianismo enfoca a obra de Cristo.

A religião é obra do homem. O Evangelho nos foi dado por Deus. A religião é o que o homem faz por Deus. O Evangelho é o que Deus tem feito pelo homem. A religião é o homem em busca de Deus. O Evangelho é Deus buscando o homem. A religião é o homem tentando subir a escada de sua própria justiça, na esperança de encontrar-se com Deus no último degrau. O Evangelho é Deus descendo a escada da encarnação de Jesus Cristo e encontrando-se conosco, na condição de pecadores, no primeiro degrau. A religião é constituída de pontos de vista. O Evangelho é constituído de boas novas. A religião toma o homem e o deixa como está. O Evangelho toma o homem como está e o transforma naquilo que ele deveria ser.

Há muitas religiões, mas apenas um Evangelho. Por isso é que o Evangelho de Cristo Jesus é a melhor coisa que pode acontecer na minha e na sua vida. Você já abraçou este Evangelho. Se sim, valorize-o. Senão, faça isto agora em nome de Jesus. Amém!

Este artigo é de propriedade intelectual da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco (IEADPE). Sua reprodução, parcial ou total deverá ser acompanhada da citação da fonte, conforme artigo 184 do Código Penal – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais que diz: A violação por qualquer meio, de obra intelectual, no todo ou em parte, para fins de comércio, sem a autorização expressa do autor ou de quem o represente é crime contra a propriedade intelectual.