Quais os males que a amargura causa sobre o homem?

Muitas pessoas têm vivido hoje uma vida amarga, falando mal de outras pessoas, criticando a tudo e a todos; outros têm medos, traumas e complexos. Não conseguem crescer em suas vidas materiais e espirituais, impedindo o crescimento dos outros. Quais os males que a amargura causa sobre o homem? Para respondermos a esta pergunta vamos recorrer à Palavra de Deus, que sempre tem resposta a qualquer dúvida e inquietação do coração do homem. Vejamos o que nos diz Pv 4.23: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida”.

A raiz de amargura é formada através das ofensas, agressões, injustiças, sofrimentos, prejuízos, perdas, decepções, qualquer tipo de mal ou experiências negativas que uma pessoa tenha sido vítima ao longo da vida ou em determinadas situações. Muita gente vive cheia de amargura.

As formas através das quais a “raiz de amargura” se manifesta são: ressentimento, mágoa, ira, ódio, contenda, inimizade, tristeza, frustração, incredulidade, murmuração, maledicência, sentimento e impulso de vingança e etc. Na verdade a “raiz de amargura” abre as portas para todas as obras da carne (Gl.5.19-21).

Conforme está no texto bíblico, a amargura tem RAIZ. Quando ela é recebida e/ou encontra espaço em uma pessoa, vai se enraizando cada vez mais na alma dela e aprisionando o seu espírito. Esse enraizamento passa do consciente para o inconsciente das pessoas e as atormentam.

A “raiz de amargura” é uma poderosa arma maligna contra os filhos de Deus, e não importa quantos anos de vida vitoriosa um crente tenha tido. Ao dar lugar a ela, sua fé começará secar; as obras da carne começarão a crescer nele e logo o neutralizarão.

A maior parte das enfermidades, doenças e sofrimentos físicos, emocionais e derrotas, são causadas pela a raiz de amargura, pelos ressentimentos e ódios enraizados. A raiz de amargura é a grande causa de infidelidade conjugal e destruição de muitos casamentos, famílias, suicídios e até homicídios.

A cura e libertação fazem parte da obra de Cristo na cruz (At. 2.21 Rm. 10.9,10: Jo 10.9,10 e 8.36). Às vezes, o que gera e produz a “raiz de amargura” não são necessariamente os males, ou prejuízos, ou ofensas, ou agressões, que uma pessoa ou situação possam nos causar, MAS A FALTA DE PERDÃO. Como, então, se libertar da amargura?

Reconhecer que o que estamos sentindo é danoso e prejudicial a nossa vida física, social e espiritual, e buscar em Deus e na Sua Palavra a libertação deste sentimento, através da oração e renúncia deste sentimento (Hb 12.14);

Perdoar ao ofensor como Deus nos perdoou, quando a raiz de amargura é consequência da falta de perdão (Ef 4.31-32; Mt.18:23-35);

Desabafar nosso sentimento de amargura com alguém que esteja preparado para nos ouvir, orando com esta pessoa para que Deus faça uma cura no coração e liberte da amargura.

Você carrega um rancor, um ressentimento, quem sabe até ódio, em seu coração? Com isso, você está se destruindo a si mesmo com esta amargura. Para o seu próprio bem, Deus ensina que você deve perdoar então Deus te perdoará e te encherá do seu Santo Espírito. O perdão é a pá com a qual poderemos desenterrar e eliminar todas as raízes amargas de nossa vida. Que Deus nos ajude e nos dê forças para assim fazermos, em nome de Jesus, amém!

Este artigo é de propriedade intelectual da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco (IEADPE). Sua reprodução, parcial ou total deverá ser acompanhada da citação da fonte, conforme artigo 184 do Código Penal – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais que diz: A violação por qualquer meio, de obra intelectual, no todo ou em parte, para fins de comércio, sem a autorização expressa do autor ou de quem o represente é crime contra a propriedade intelectual.

Is Jeremy Maclin choosing the Baltimore Ravens a big blow to the Buffalo Bills heading into 2017?

Rarely does a player with the talent level of Jeremy Maclin hit the open market as late as June. However on June 2 the Kansas City Chiefs released Jeremy Maclin to ease their cap hit. Once Maclin was released, the Buffalo Bills were immediately interested.Joe Flacco Jersey

They appeared to be a perfect match as head coach Sean McDermott and Maclin are familiar with each other. They had spent time together in Philadelphia. Additionally Bills running back LeSean McCoy and Maclin are good friends. McCoy took it upon himself to try and recruit Maclin to Buffalo.

Ultimately,Justin Tucker Jersey Maclin decided to pass on signing with the Bills, and chose to sign a two-year deal with the Baltimore Ravens. It appears, on the surface, to be a blow to the Bills offense. Maclin would have provided another weapon for Tyrod Taylor and to take some pressure of the Bills run game. However, one could argue that Maclin passing on the Bills is a blessing in disguise, especially when you look at the contract he signed.

The Ravens drastically overpaid for Maclin with a deal worth $11 million over two years.Dennis Pitta Jersey He’s coming off a very disappointing season with the Chiefs, in which he started in only 12 games due to a groin injury. His numbers were weak with 44 catches equaling 534 yards and two touchdowns.

Some of Maclin’s drop off can be attributed to injury. Groin injuries are notoriously difficult to recover from for wide receivers due to constant cuts and quick strides that wide receivers need to execute.C.J. Mosley Jersey However, when you look deeper at Maclin’s stats from last year, there are some numbers that pop out.

Maclin failed to make more than six catches in a game all season, and reached the six-catch plateau only twice.Elvis Dumervil Jersey Furthermore, Maclin had an 82-yard receiving game only once (Week 15). It’s also worth noting that this happened as the Chiefs were weak at wide receiver. When the Chiefs recruited him in 2015, Maclin was supposed to be the go-to guy for quarterback Alex Smith. Unfortunately, he finished third in receiving yards on the team behind a rookie wide receiver Tyreek Hill and tight end Travis Kelce last season.