Alguns dizem que Deus é uma força cósmica, é fruto de superstições, e outros chegam até à ousadia de afirmarem que o “seu deus é dinheiro”.

Infelizmente atravessamos uma época em que muitas pessoas não acreditam que Deus existe. Alguns dizem que Deus é uma força cósmica, é fruto de superstições, e outros chegam até à ousadia de afirmarem que o “seu deus é dinheiro”. Mas, a existência de Deus nas escrituras é algo real e explícito, uma verdade primária assumida, óbvia, fundamental. Podemos encontrar pelo menos cinco evidências racionais da existência de Deus:

1. A criação inanimada atesta a existência de Deus (Sl 19:1-2)

Ora, se for para crer o Universo surgiu por acaso então também se faria sentido acreditar também que os livros se formam sozinhos pelas leis da soletração e da gramática. Ou então se for para crer que o Universo surgiu por acaso, então quando se vê uma bela casa logo se pensa em quem construiu. Se alguém me dissesse que ela não foi construída por ninguém, mas que simplesmente apareceu ali, eu não acreditaria. Você acreditaria nisso? É claro que não. Como disse certo escritor: "porque toda casa é construída por alguém." É uma afirmação óbvia. Todos concordam, não é verdade? Então por que não aceitar a conclusão lógica a que chegou o mesmo escritor bíblico: "Mas quem edificou todas as coisas é Deus" (Hb 3.4).

Qualquer um que tenha bom senso terá que, mais cedo ou mais tarde, admitir a necessidade da existência de um criador. O princípio da causalidade mesmo certifica que todo fenômeno tem uma causa. Esta é uma verdade incontestável, a existência de uma causa primária! Albert Einstein, por exemplo, o maior físico do século XX, admitiu: "Para mim basta meditar na maravilhosa estrutura do universo a nós vagamente perceptível, e tentar compreender humildemente nem que seja uma infinitésima parte da inteligência manifesta na natureza”.

2. A criação animada atesta a existência de Deus (Rm 1:20)

Ao consultarem o que poderia ser chamado de livro da criação divina, os cientistas são forçados a reconhecer que uma vida maior deu origem a todos os seres viventes. "Não há a mais leve evidência de que a matéria possa surgir de matéria inanimada." (Prof. Conn - Cientista). Deus criou a vida, Ele é a fonte de vida. "Nele nos movemos, vivemos e existimos" (Atos 17:28). Cada respiração, cada pulsar do coração é uma prova do cuidado de Deus. É também dele é que depende tudo, desde as mais rudimentares formas de vida até as mais complexas. Não existe outra maneira de explicar a presença de vida sobre a terra. DEUS EXISTE!

3. A consciência humana atesta a existência de Deus

Entre os povos mais avançados até os mais primitivos e degradados da terra podemos encontrar neles consciência, isto é, a faculdade de aprovar ou condenar ações numa base moral. Diz Paulo: "Os gentios, que não tem lei, fazem por natureza as coisas da lei, eles embora não tendo lei, para si mesmos são lei. Pois mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os" (Romanos 2:14,15).

Naturalmente, a consciência das pessoas que se encontram longe de Deus, acha-se contaminada, obliterada, cauterizada (I Timóteo 4:2; Tito 1:15), sendo-lhe necessário ser purificada pelo sangue de Cristo (hebreus 9:14; 10:2-10,22). Porém, por mais insensibilizadas que sejam suas consciências, todos os homens possuem um senso comum do direito e do errado, não apenas por causa de ensinos morais que tenham recebido, mas porque, como declarou Immanuel Kante, grande filósofo alemão, "há dentro de nosso interior a lei moral". A existência de uma lei implica a existência de um legislador. Foi Deus quem idealizou uma norma de conduta para o homem e a escreveu na mente humana. DEUS EXISTE!

4. O plano e a ordem do universo atestam a existência de Deus

Apenas um criador inteligente poderia fazer este lindo Universo. Não foi por acidente ou por um BIG BANG que os planetas, os sistemas solares e galáxias, giram cada qual em sua órbita, harmonicamente e guardando entre si relação perfeita. Não é por acidente que 107 elementos químicos, diferentes, se combinam, se ligam uns aos outros, nas mais variadas formas, dando origem a todo tipo de matéria encontrada na natureza. Não é por acidente que na fotossíntese, as plantas clorofiladas utilizam a luz solar, o dióxido de carbono, a água e os minerais para liberar oxigênio e produzir alimentos, e poderíamos ir mais além, demonstrando por meio sólidos e irrefutáveis argumentos que a ordem natural não foi inventada pela mente humana. A existência da ordem pressupõe a existência de uma inteligência organizadora. E essa inteligência não pode ter sido outra senão Deus. DEUS EXISTE!

Este artigo é de propriedade intelectual da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco (IEADPE). Sua reprodução, parcial ou total deverá ser acompanhada da citação da fonte, conforme artigo 184 do Código Penal – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais que diz: A violação por qualquer meio, de obra intelectual, no todo ou em parte, para fins de comércio, sem a autorização expressa do autor ou de quem o represente é crime contra a propriedade intelectual.