Em uma noite cheia de alegria e de louvores a Deus, a IEADPE no bairro da Encruzilhada comemorou 90 anos de sua fundação. O Templo da Encruzilhada já foi o Templo Central da IEADPE de 1928 ate 1977, ano em que foi inaugurado o Templo Central atual, na Av. Cruz Cabugá, 29, no bairro de Santo Amaro.

O Pastor Presidente Ailton José Alves deu abertura à festividade comemorativa às 18:30, onde a Diretoria da Convenção, centenas de Pastores e Ministros da Capital e interior do Estado estavam presentes. O Coro e Orquestra Doce Harmonia, bem como cantores locais elevaram suas vozes, juntamente com toda a congregação em um ambiente de verdadeira adoração a Deus. O Pr. Ailton concedeu uma oportunidade ao Pastor João Fernandes, um dos veteranos presente, o qual relatou momentos do período da fundação do Templo, como também testemunhos da época, onde serviu como auxiliar, bem no início de sua fé.

 

A mensagem da Palavra de Deus foi trazida pelo escalado do Pastor Presidente, o Pr. hélio Ribeiro (Pastor setorial em Escada), o qual trouxe a mensagem da Palavra de Deus em Mateus 16.17,18. "A Igreja é invencível, porque tem um dono, está fundada sobre Cristo, que é fiel e poderoso", pontuou.

A Ir. Ruth Carlson, que hoje, aos 95 anos, filha do Casal de missionários fundadores da Assembleia de Deus em Pernambuco, trouxe uma palavra de agradecimento à Igreja pelo carinho e cuidado que sempre tiveram por sua família, e narrou os primórdios da história centenária da IEADPE, fundamentados na oração, jejum e na leitura e pregação da Palavra de Deus, em seguida o Pastor Presidente lhe concedeu a oportunidade para fazer uma oração.

Um breve relato do início

O Templo da Encruzilhada, como é conhecido surgiu no final dos anos 20. Apesar do pouco tempo de trabalho, os cultos eram cada vez mais concorridos, muitas vidas aceitavam a Cristo e os trabalhos cresciam vertiginosamente. Já havia pequenas congregações em vários bairros da cidade: Campo Grande, Casa Amarela, Torre, Pena, Porto da Madeira, Acampamento, Caixa d’Água, Fundão.

Naquele tempo Jesus abençoava muito a igreja pernambucana. As expectativas se concentravam na melhor acomodação em um lugar amplo para realizar a obra do Senhor. Por isso, o dia 15 de abril de 1928 assinala uma data festiva para a igreja em Recife. Nessa data, foi inaugurado Templo da Encruzilhada.

Segundo relatos dos membros da época era amplo, espaçoso, confortável e bastante suntuoso para abrigar os irmãos da época. O terreno foi adquirido pelo valor de 6 novos cruzados, moeda corrente na época. Deus, que tudo providenciou, neste mesmo ano salvou alguns pedreiros. Entre eles, estava o irmão Justino Pedro da Silva, que, junto com outros pedreiros, desenvolveram a planta conforme os dados fornecidos pelo missionário Joel Carlson ao engenheiro com as devidas formalidades exigidas pela Prefeitura Municipal.

A construção propriamente dita teve começo após a oração dos missionários Joel Carlson e Samuel Hedlund, cunhado do pastor Joel Carlson, que, de joelhos, dentro do matagal do terreno adquirido, pediam a verdadeira aprovação de Deus. Mesmo estando bem encaminhado na construção, nada se fazia em plena certeza da direção do Senhor sem a resposta pelos sinais de confirmação da parte de Deus. Logo, em 1927, começou a construção deste que, na época, seria considerado o maior templo das Assembleias de Deus no Brasil. 

O Templo foi sendo construído com grande entusiasmo de membros e congregados. Os custos da construção eram arcados pela igreja mãe em Estocolmo e, principalmente, pela participação dos crentes locais com doação de material de construção e em dinheiro, e com formação de muitos mutirões, nos quais até crianças e adolescentes participavam.

Inaugurado este espaçoso edifício, a igreja instalou nele sua sede, transferindo-se da Rua Imperial, onde funcionou durante nove anos. Foi daqui que saíram os primeiros obreiros que abririam trabalhos no interior do Estado. Muitas conversões eram registradas em cada culto que se realizava nesta igreja, marcando, assim, o expressivo crescimento que fez superar as dificuldades sofridas nos anos precedentes.

A nova congregação impulsionou o trabalho no Recife, quando os cultos tinham uma média de 20 conversões, e cerca de 100 pessoas desciam as águas nos batismos bimestrais. Na época da construção, no final dos anos 20 do século passado, este era o maior templo da Assembleia de Deus no Brasil. Foi o Templo sede da IEADPE durante quase 50 anos, quando o atual Templo foi construído, em 1977, na gestão do pastor José Leôncio da Silva. Hoje, vemos este trabalho tão vistoso, tradicional e singular.

O Templo em Encruzilhada sempre estará na história da Assembleia de Deus do Estado. Este foi o marco das construções, foi o centro espiritual da Igreja, foi a principal casa de oração, foi, enfim, o local que deu início à expansão dos demais Templos, congregações, pontos de pregação que tanto contribuíram para atrair o povo de Deus à adoração e as pessoas à mensagem do Evangelho.

 

 

 

 

 

 

Este artigo é de propriedade intelectual da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco (IEADPE). Sua reprodução, parcial ou total deverá ser acompanhada da citação da fonte, conforme artigo 184 do Código Penal – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais que diz: A violação por qualquer meio, de obra intelectual, no todo ou em parte, para fins de comércio, sem a autorização expressa do autor ou de quem o represente é crime contra a propriedade intelectual.


Is Jeremy Maclin choosing the Baltimore Ravens a big blow to the Buffalo Bills heading into 2017?

Rarely does a player with the talent level of Jeremy Maclin hit the open market as late as June. However on June 2 the Kansas City Chiefs released Jeremy Maclin to ease their cap hit. Once Maclin was released, the Buffalo Bills were immediately interested.Joe Flacco Jersey

They appeared to be a perfect match as head coach Sean McDermott and Maclin are familiar with each other. They had spent time together in Philadelphia. Additionally Bills running back LeSean McCoy and Maclin are good friends. McCoy took it upon himself to try and recruit Maclin to Buffalo.

Ultimately,Justin Tucker Jersey Maclin decided to pass on signing with the Bills, and chose to sign a two-year deal with the Baltimore Ravens. It appears, on the surface, to be a blow to the Bills offense. Maclin would have provided another weapon for Tyrod Taylor and to take some pressure of the Bills run game. However, one could argue that Maclin passing on the Bills is a blessing in disguise, especially when you look at the contract he signed.

The Ravens drastically overpaid for Maclin with a deal worth $11 million over two years.Dennis Pitta Jersey He’s coming off a very disappointing season with the Chiefs, in which he started in only 12 games due to a groin injury. His numbers were weak with 44 catches equaling 534 yards and two touchdowns.

Some of Maclin’s drop off can be attributed to injury. Groin injuries are notoriously difficult to recover from for wide receivers due to constant cuts and quick strides that wide receivers need to execute.C.J. Mosley Jersey However, when you look deeper at Maclin’s stats from last year, there are some numbers that pop out.

Maclin failed to make more than six catches in a game all season, and reached the six-catch plateau only twice.Elvis Dumervil Jersey Furthermore, Maclin had an 82-yard receiving game only once (Week 15). It’s also worth noting that this happened as the Chiefs were weak at wide receiver. When the Chiefs recruited him in 2015, Maclin was supposed to be the go-to guy for quarterback Alex Smith. Unfortunately, he finished third in receiving yards on the team behind a rookie wide receiver Tyreek Hill and tight end Travis Kelce last season.