O apóstolo Paulo escreveu que o anticristo só se manifestará quando a Igreja for arrebatada nas seguintes palavras: “Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o Dia de Cristo estivesse perto. Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo ser Deus [...] E, agora, vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado; e, então, será revelado o iníquo [...]” (2Ts 2.1-4,,6-8).   

Das muitas opiniões sobre quem detém ou impede a manifestação física do anticristo, duas merecem ser expostas aqui: (1) Seria a Igreja quem impede a manifestação do Iníquo. (2) O Espírito Santo é na verdade quem detém o anticristo.

Não seria a Igreja quem detém a manifestação do homem da iniquidade. Embora, a Igreja venha a ser um dos meios que restrinja o Iníquo, Ela não poderia reter esse Mal, pois a Noiva do Cordeiro é um canal e não o agente detentor do mal. Na verdade, o Espírito Santo é quem detém o Iniquo. Para comprovar esse pensamento, enumeramos cinco pontos que podem comprovar esse pensamento.

Primeiro. O iníquo é uma pessoa, e suas operações abrangem o reino espiritual. O detentor deve da mesma forma, ser uma pessoa e um ser espiritual para deter o anticristo até a hora de sua revelação. 

Segundo. Para alcançar tudo o que deve ser realizado, o detentor deve ser um membro da Trindade. Deve ser mais forte que o Iníquo e mais forte que Satanás, que energiza o Iníquo. Para deter o mal no decorrer dos séculos, o detentor deve ser eterno. O campo de ação do pecado é o mundo inteiro: logo, é imperativo que o detentor seja alguém não limitado pelo tempo e espaço. 

Terceiro. Essa Era é de certa forma a “dispensação do Espírito”, pois Ele trabalha agora de maneira diferente de outros séculos como uma Presença residente nos filhos de Deus. A Era da Igreja começou com o advento do Espírito no Pentecostes e terminará com o inverso do Pentecostes, a retirada do Espírito. Isso não significa que Ele não continue a operar – apenas que não operará neste mundo através do canal que é a Igreja. 

Quarto. O trabalho do Espírito desde Seu advento inclui a detenção do mal (Jo 16.7-11; 1Jo 4.4). Contudo, será diferente na tribulação que há de vir sobre todo o mundo. 

Quinto. Apesar de o Espírito não ter residido na terra durante os dias do Antigo Testamento, assim mesmo exerceu influência detentora (Is 59.19b).

Portanto, quando a Igreja for arrebatada, o "Restringidor" que Nela está também irá com ela, e assim, o Iníquo ou Anticristo emergirá das sombras em que estará oculto. E o mundo experimentará uma aflição qual nunca houve igual.  

Extraído da obra: A Grande Tribulação: palco do anticristo (2014, p.24-26), do Prof. Saulo Soares da Silva. Bereia Editora.


Is Jeremy Maclin choosing the Baltimore Ravens a big blow to the Buffalo Bills heading into 2017?

Rarely does a player with the talent level of Jeremy Maclin hit the open market as late as June. However on June 2 the Kansas City Chiefs released Jeremy Maclin to ease their cap hit. Once Maclin was released, the Buffalo Bills were immediately interested.Joe Flacco Jersey

They appeared to be a perfect match as head coach Sean McDermott and Maclin are familiar with each other. They had spent time together in Philadelphia. Additionally Bills running back LeSean McCoy and Maclin are good friends. McCoy took it upon himself to try and recruit Maclin to Buffalo.

Ultimately,Justin Tucker Jersey Maclin decided to pass on signing with the Bills, and chose to sign a two-year deal with the Baltimore Ravens. It appears, on the surface, to be a blow to the Bills offense. Maclin would have provided another weapon for Tyrod Taylor and to take some pressure of the Bills run game. However, one could argue that Maclin passing on the Bills is a blessing in disguise, especially when you look at the contract he signed.

The Ravens drastically overpaid for Maclin with a deal worth $11 million over two years.Dennis Pitta Jersey He’s coming off a very disappointing season with the Chiefs, in which he started in only 12 games due to a groin injury. His numbers were weak with 44 catches equaling 534 yards and two touchdowns.

Some of Maclin’s drop off can be attributed to injury. Groin injuries are notoriously difficult to recover from for wide receivers due to constant cuts and quick strides that wide receivers need to execute.C.J. Mosley Jersey However, when you look deeper at Maclin’s stats from last year, there are some numbers that pop out.

Maclin failed to make more than six catches in a game all season, and reached the six-catch plateau only twice.Elvis Dumervil Jersey Furthermore, Maclin had an 82-yard receiving game only once (Week 15). It’s also worth noting that this happened as the Chiefs were weak at wide receiver. When the Chiefs recruited him in 2015, Maclin was supposed to be the go-to guy for quarterback Alex Smith. Unfortunately, he finished third in receiving yards on the team behind a rookie wide receiver Tyreek Hill and tight end Travis Kelce last season.