A Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco é uma instituição religiosa sem fins lucrativos, de raiz pentecostal, fundada pelos missionários suecos Joel Carlson e Signe Carlson, em 24 de Outubro de 1918, denominada inicialmente Livre Missão Sueca, com sua sede à Avenida Cruz Cabugá, 29, Santo Amaro, Recife, Estado de Pernambuco.

Nossa missão principal é obedecer ao IDE de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (Mc 16.15), e pregar o Evangelho a toda a criatura. Somos fruto de missões e, consequentemente, temos como prioritária as atividades missionárias, espalhando a semente de salvação por todo o mundo.

Estabelecida em todos os municípios de Pernambuco, sob a direção do Pastor Presidente Ailton José Alves, conta hoje com mais de 3000 templos espalhados por todos os municípios do Estado, e mais de 70 espalhados pelos campos missionários.

Vivendo em meio a uma sociedade que despreza os valores morais e éticos, defendemos e vivenciamos os princípios absolutos da Palavra de Deus. Temos a Bíblia Sagrada como única regra de fé e governo, seguindo suas doutrinas e orientações quanto um viver santo e isento da corrupção do mundo. Vivemos para prestar culto ao Deus único, criador dos céus e da terra, para difundir as doutrinas pentecostais neotestamentárias, promover o desenvolvimento espiritual de nossos membros e ensinar a Palavra de Deus. Da Bíblia Sagrada, extraímos nossa Declaração de Fé que consiste de 14 temas doutrinários, sendo este o nosso CREDO:

CREDO (lat. credo ou credere, significando literalmente “Creio”) - O Credo é uma exposição resumida das doutrinas bíblicas. No século III d.C., devido aos erros acerca da Cristologia e da Divindade, houve a necessidade de que a Igreja declarasse de forma unívoca e universal a sua fé. Dessa busca pela refutação às heresias surgiu o “Credo Apostólico”, chamado assim não porque fora elaborado pelos apóstolos, mas porque sua natureza e conteúdo doutrinário eram fiéis à doutrina dos apóstolos (Ef 2.20).

O Credo da Assembleia de Deus é composto por 14 princípios de fé, os quais norteiam a nossa doutrina:

Cremos...

1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).

2. Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).

3. Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).

4. Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).

5. Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8).

6. No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).

7. No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).

8. Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1 Pe 1.15).

9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

10. Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).

11. Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira - invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda - visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1 Ts 4.16. 17; 1 Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).

12. Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2 Co 5.10).

13. No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).

14. E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).

 

OS CULTOS

CULTO DE DOUTRINA

O Pastor Presidente Ailton José Alves, transmite para a igreja todas as segundas-feiras no Templo Central da IEADPE os ensinamentos da sã doutrina, alertando o rebanho do Senhor através da Palavra, a viver em santidade e em comunhão com Deus.

Venha se fortalecer com a mensagem que edifica, transforma e é alimento para seu crescimento espiritual. Um culto para toda a família, no qual o Pastor Ailton Alves, homem zeloso e preocupado com a saúde espiritual da igreja, sempre traz a Palavra de alerta de Deus, mostrando as atitudes e o caráter que o cristão deve ter, para chegar ao céu.

SANTA CEIA

Sempre na primeira segunda-feira do mês acontece o culto de Santa Ceia. Um dos mais importantes, pois é nele que fazemos uma lembrança viva da morte de Cristo.  O culto que é uma ocasião especial de comunhão, reflexão e fé, agradecemos a Jesus por ter morrido na cruz, pela remissão dos nossos pecados.

Nesse momento santificado por Deus, os membros do corpo de Cristo (os que já desceram ás águas), e estão em comunhão com o Senhor e com a Igreja, se reúnem para celebrar a Santa Ceia, em memória da morte do Senhor, até que Ele venha.

PREGAÇÃO

Aos domingos, a igreja realiza os cultos de pregação, os as famílias têm a oportunidade de louvarem e adorarem ao Senhor.

Além dos hinos entoados e a participação de órgãos e membros na programação, o momento principal da liturgia do culto é o momento da explanação da Palavra, onde membros e congregados têm a oportunidade de adquirir melhor entendimento das escrituras sagradas.